As estatísticas mostram que 2/3 das pessoas que se aventuram na negociação ou outras formas de negociação de produtos financeiros acabam por abandonar completamente este empreendimento. Durante décadas, os cientistas estudaram as taxas de insucesso na indústria financeira e concluíram que um novo trader tem cerca de 10% de probabilidade de sucesso.

A longevidade no mercado é um prêmio que só vai para os mais diligentes e persistentes.

Ao mesmo tempo, os mercados financeiros oferecem uma oportunidade de receber mais do que recompensas decentes pelos seus esforços. Existem muitas filosofias e estratégias diferentes que devem ajudar a atingir esse objetivo. E uma das mais interessantes é a negociação discreta.

O que é negociação discreta (intuitiva)

Negociação discricionária é a prática de fazer negociações com base exclusivamente no julgamento pessoal do trader. A análise fundamental e os indicadores técnicos desempenham aqui um papel secundário. Em primeiro lugar está a intuição do trader e o seu sentido do mercado, que são utilizados para tomar decisões comerciais.

Em palavras simples, a negociação intuitiva é a negociação baseada na tomada de decisões, enquanto a negociação sistemática é a negociação baseada em regras e algoritmos estritos (estratégia de negociação descreve detalhadamente a interpretação dos indicadores técnicos e indica como abrir uma negociação).

Negociação discreta – prós e contras

Como em todas as áreas das finanças, existem muitos conceitos errados sobre a negociação discricionária. Por causa disso, as pessoas muitas vezes entendem mal o conceito e a definição de negociação discricionária. Alguns consideram divertido para iniciantes, indigno da atenção de verdadeiros profissionais. Outros são uma chave mágica que os tornará rapidamente ricos e bem-sucedidos.

Somente iniciantes ou profissionais que entendem muito bem do mercado podem se permitir negociações discretas.

No entanto, os traders que tenham inteligência e bom senso suficientes serão capazes de obter os seguintes benefícios da negociação intuitiva:

  • Benefício financeiro. De acordo com as estatísticas, os melhores traders (em termos de desempenho global) são traders discretos. Porque enquanto o trader médio segue estritamente o seu plano, seguindo indicadores inevitavelmente atrasados ​​ou aguardando notícias importantes, o trader discricionário usa a sua intuição e atinge imediatamente o alvo. Portanto, se o primeiro recebe em média cerca de 20% de lucro de uma transação, então para o segundo pode ser 200% ou 2.000%. Se formos os 10 traders mais bem-sucedidos no mercado de ações, 6 em cada 10 serão adeptos da negociação intuitiva.
  • Progresso pessoal. Do ponto de vista da psicologia evolucionista, a negociação intuitiva desenvolve muito mais fortemente as qualidades pessoais de uma pessoa. Afinal, envolve o uso mais racional dos recursos cerebrais. Nesse caso, o comerciante aprende a não carregá-lo com camadas de informações inúteis na tentativa de pescar algo valioso e, figurativamente falando, a pegar imediatamente um diamante de um monte de esterco.
  • Eficiência. Ao concentrarem-se demasiado no processamento e na verificação dupla dos dados analíticos, os traders correm o risco de perder o momento ideal para abrir uma negociação. Na negociação intuitiva não existe esse problema – o golpe é desferido no momento certo e no alvo.
  • Relevância. Trabalhando com estratégias prontas baseadas na interpretação de análises técnicas e fundamentais, os traders comuns correm o risco de não acompanhar a volatilidade do mercado. A vantagem mais importante de um sistema de negociação discreto é que o trader adapta a sua negociação às condições atuais do mercado em tempo real. Claro, se a sua intuição estiver tão desenvolvida que seja capaz de avaliar com sobriedade o desempenho do mercado, mantendo a calma e a disciplina para que as suas emoções não o enganem.
Confira:  Qual par de moedas é melhor para começar a negociar no Forex e como escolher

No entanto, como sempre, há uma desvantagem. A negociação discreta também tem suas desvantagens. Os principais são:

  • Subjetividade excessiva do processo. Infelizmente, o cérebro é projetado de tal forma que a pessoa fica mais propensa a perceber informações que confirmem seus preconceitos. Por exemplo, se um trader tem um forte desejo de que os mercados subam, normalmente notará primeiro informações que apoiam esse desejo. Essa abordagem traz riscos enormes.
  • O efeito observação-expectativa. Outra característica é a influência inconsciente do processo de espera na percepção do resultado. Pode ser expresso na forma de decisões precipitadas ou, inversamente, de muita reflexão e perda de um bom momento.
  • Entregando-se aos seus próprios preconceitos. A incapacidade de reconhecer os próprios preconceitos muitas vezes é uma piada cruel para os traders que decidem seguir o caminho da negociação intuitiva. Quer a pessoa perceba ou não, os preconceitos cognitivos (e muitos outros) influenciam diretamente suas decisões (consciente ou inconscientemente). Poucas pessoas têm uma mente verdadeiramente disciplinada, por isso a negociação discreta é um caminho falhado para a maioria.

Um momento de objetividade: um iniciante pode chegar ao nível de um bom trader discreto?

Certamente! Existem chances. Embora seja um equívoco pensar que todos terão sucesso. E para ser sincero, nem todo mundo precisa disso. Para muitos, é de facto mais fácil agir de acordo com esquemas clássicos e contentar-se com o lucro que deles pode ser extraído. Você precisa perceber que os traders que se envolvem regularmente em negociações intuitivas são jogadores de classe mundial, movimentando milhões e bilhões de dólares. Eles aprenderam a distinguir um impulso intuitivo real de sugestões e impulsos vagos que surgem aleatoriamente no cérebro e, portanto, alcançaram o sucesso.

Confira:  Como negociar slippage em Forex – métodos e exemplos

Como exatamente eles conseguiram isso? Neste caso, estamos falando de um treinamento cerebral consciente que visa desenvolver e melhorar qualidades como:

  • estabilidade emocional;
  • paciência;
  • auto confiança;
  • a capacidade de se sentir confortável em situações estressantes.

Somente depois de desenvolvê-los ao máximo podemos falar de algum sucesso nesta forma de negociação.

É importante entender: a intuição não é uma característica mágica com a qual o destino abençoa uma pessoa. É adquirido através da prática, das derrotas, dos sucessos, dos novos fracassos e da superação deles.

Não existem maneiras fáceis. E se alguém tiver certeza do contrário, será mais fácil para ele começar imediatamente a adivinhar a sorte com base em borra de café – o resultado estará de acordo com essas crenças.

Qual é o problema?

Uma das piores coisas que um trader pode fazer é confiar na intuição sem muita experiência. A negociação intuitiva é a maior acrobacia na negociação, na verdade, elevando-a ao nível de arte. Somente os traders que possuem as qualidades pessoais necessárias e muitos anos de experiência bem-sucedida podem tomar decisões baseadas exclusivamente na intuição. Os traders regulares que não possuem conhecimento e experiência suficientes provavelmente se encontrarão em uma posição perdedora.

As estatísticas áridas são inexoráveis ​​- 95% dos traders novatos que tentam negociar intuitivamente (eles acham mais fácil do que seguir o movimento das velas e analisar escrupulosamente os indicadores), como regra, perdem seu depósito nas primeiras transações.

Por esta razão, é muito melhor para os iniciantes usar abordagens confiáveis ​​baseadas na análise de preços. Afinal, os indicadores e a análise técnica são ferramentas que fornecem um suporte mais ou menos confiável para a construção de estratégias de negociação verdadeiramente funcionais.

Confira:  O que são CFDs ou Contratos por Diferença?

Artigos úteis:

  • Como se tornar um trader profissional
  • Plano de Negociação do Trader – Exemplos e Amostras. Como fazer um plano e dicas
  • O que é “Copy Trading” e como este serviço permite que você ganhe dinheiro?
  • Qual par de moedas é melhor para começar a negociar no Forex e como escolher
  • 7 motivos importantes para se tornar um Trader (você ainda não sabia disso)

Simplificando, a “intuição” de um leigo é uma suposição banal e, com tal abordagem nos mercados de ações e de câmbio, em qualquer caso, você não ganhará muito.

Resumo

Um aspecto fundamental da negociação intuitiva é a eficácia do trader como indivíduo. As decisões são tomadas exclusivamente com base em sentimentos viscerais, muitas vezes em oposição ao sentimento atual do mercado.

Adotar uma abordagem intuitiva à negociação não é para todos os traders. Somente aqueles que não apenas dominam perfeitamente os métodos padrão de análise, mas, o que é muito mais importante, são capazes de sentir a psicologia e o humor de outros participantes do mercado, podem pisar no terreno instável das suposições e suposições. Afinal, no final das contas, são as pessoas que moldam o mercado, e suas ações nem sempre são lógicas e racionais.